Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

Casal que usava Dourados como rota do tráfico é preso no MT

Publicado em: 23/08/2018 09h05

MS em Foco

Parte do material apreendido com o casal.

As policiais federais das delegacias de Ponta Porã e Rondonópolis prenderam ontem um casal acusado de tráfico de drogas. Os dois que não tiveram os nomes divulgados são foragidos da justiça paulista e seriam os donos de uma carga de 400 quilos de cocaína apreendida, além de R$ 110 mil em dinheiro, alem de armas e munição em uma casa em Itapetininga da Serra no interior paulista.

 

De acordo com informações o casal liderava um complexo esquema de tráfico internacional de drogas na fronteira entre Brasil e Paraguai, sendo que a cocaína passava pelo Paraguai até Dourados e era escondida em caminhões e carretas e depois seguiam para Americana e Itapetininga em São Paulo.

 

Segundo a polícia, os dois presos ontem desfrutavam de uma vida luxuosa, exibindo-se em redes sociais portando jóias e frequentando restaurantes e hotéis de luxo. Este alto padrão de vida e aparente inexistência de origem ilícita de patrimônio chamaram a atenção dos federais. Eles usavam a compra de imóveis em Dourados para a lavagem de dinheiro. Estes imóveis eram registrados em nomes de laranjas e em contas bancários de terceiros eram movimentadas altas somas em dinheiro. Eles também usavam documentos falsos para tentar encobrir as atividades ilícitas e se apresentavam como empresários do setor de transportes.

 

Recentemente, os investigados passaram a negociar carregamentos de cocaína em Corumbá e para receber a droga alugaram uma casa em Rondonópolis e um galpão para montar a transportadora naquela cidade.

 

Na operação de ontem foram apreendidos jóias e relógios, documentos falsos e uma arma calibre 380. Além da prisão em flagrante, os detidos responderão pelos crimes de tráfico internacional de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, uso de documentos falsos e posse irregular de arma de fogo.