Domingo, 16 de Dezembro de 2018

Após semana chuvosa, agricultores intensificam plantio de soja em MS

Publicado em: 24/09/2018 22h22

Campo Grande News

Máquinas plantando soja ontem na fazenda Barra Dourada, em Dourados.

As semeadoras já ocupam pelo menos 80% das áreas destinadas às lavouras de soja na safra 2018/2019 em Mato Grosso do Sul. Apesar do plantio liberado desde o dia 16 deste mês, a chuvarada da semana passada em várias regiões do estado atrapalhou a entrada das máquinas nas lavouras, mas desde ontem o trabalho é intenso.

 

Pelo menos três milhões de hectares devem ser ocupados com soja neste ano no estado. Com produtividade média esperada de 59 sacas por hectare, Mato Grosso do Sul espera atingir 10 milhões de toneladas de soja. Na safra 2017/2018 foram 9,6 milhões de toneladas.

 

“Na quarta-feira (19) deu uma janelinha de plantio, mas poucos conseguiram plantar. No dia 20 já voltou a chover. Sábado dia 22 e domingo foram dias bons para plantar, assim como está sendo hoje”, afirmou ao Campo Grande News o presidente da Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja de MS), Juliano Schmaedecke.

 

“A umidade do solo está excelente. Temos que aproveitar os bons momentos, plantar sempre com boa umidade no solo, para não depender de chuva para germinar”, explicou.

 

Na região de Dourados o plantio se intensificou neste domingo. Em uma das áreas onde as máquinas começaram a semear a soja é a fazenda Barra Dourada, do produtor Joaquim de Souza. Cinco semeadoras acopladas a tratores estão plantando desde ontem.

 

Na safra colhida em 2018, a produtividade da soja foi recorde, atingindo a média de 3.593 kg/ha, aumento de 5,7% em relação ao ano anterior. A produção foi de 9,6 milhões de toneladas, aumento de 11,9% em relação aos 8,5 milhões produzidos na safra anterior.

 

A área estadual disponível para o plantio da oleaginosa subiu 4% nas duas últimas temporadas, saindo de 2,8 milhões para 3 milhões de hectares. A produtividade prevista para a safra iniciada hoje é de 59 sacas por hectare.

 

Em 20 anos a produção estadual de soja cresceu 320%. Mesmo com aumento de área inferior a 5%, a capacidade de produção elevada mais uma vez será elevada, com expectativa de atingir pela primeira vez 10 milhões de toneladas.