PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


MS lidera estupro e ranking de crimes violentos letais contra mulheres



Aral Moreira - MS - Terça, 16 de Outubro de 2018
31/10/2017 08h15

MS lidera estupro e ranking de crimes violentos letais contra mulheres

Levantamento do Fórum Nacional de Segurança Pública levou em conta número de crimes para cada 100 mil habitantes.

Conjuntura Online



Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande. Foto: Divulgação

Mato Grosso do Sul é o estado com a maior taxa de estupro e violência contra mulher do país, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, feito pelo Fórum Nacional de Segurança Pública. O estudo foi divulgado nesta segunda-feira (30).

 

A Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) do estado emitiu nota afirmando que existia uma expectativa de crescimento na criminalidade para 2016 devido à crise econômica, mas que a situação se reverteu em 2017.

 

De acordo com o anuário, baseado em registros de ocorrências policiais, 1.458 pessoas foram abusadas sexualmente no estado sul-ma-grossense em 2016, frente a 1.429 em 2015, o que corresponde a um aumento de 0,8% e a uma taxa de 54,4 - mais que o dobro da média nacional, que foi de 2,4.

 

Mato Grosso do Sul lidera também o ranking de crimes violentos letais intensionais contra mulheres, o CVLI, com uma taxa de 7,6. Em 2015 foram 83 casos. No ano passado 102. Aumento de 22,9%. Já a quantidade de casos de homicídios contra mulheres provocados por homens, o chado feminicídio, registrados pelo estado, chegou a 34.

 

Apesar dos dados que destacam Mato Grosso do Sul serem sobre a violência contra a mulher e o estupro, a Sejusp comentou a criminalidade como um todo, citando, principalmente, o latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

 

"Segundo o anuário, 2016 foi o ano com o maior número de mortes violentas intencionais já registrado no Brasil, com sete pessoas assassinadas por hora. Mesmo assim, MS apresentou índices de violência inferiores à média nacional", diz trecho da nota emitida pelo estado.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • InterPax1

PUBLICIDADE