PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


Prazo para pagamento da primeira parcela do IPVA 2018 termina hoje



Aral Moreira - MS - Segunda, 20 de Agosto de 2018
31/01/2018 15h07

Prazo para pagamento da primeira parcela do IPVA 2018 termina hoje

Conforme dados da Sefaz, ao todo foram lançados 1.006.449 carnês, que somam uma expectativa de arrecadação avaliada em R$ 698 milhões.

Por Joelso Gonçalves



Os contribuintes do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2018 tem até esta quarta-feira (31), para quitar o tributo em parcela única com desconto de 15%. O prazo vence hoje tanto para pagamento à vista quanto parcelado.

 

Os boletos foram enviados via Correio ainda em 2017, para dar oportunidade aos contribuintes de se planejarem financeiramente. A guia continua impressa em preto e branco e em formato único, independentemente da opção do contribuinte de pagar à vista ou em até cinco vezes. A intenção é simplificar o processo e facilitar o entendimento do valor por parte do proprietário de veículo automotor.

 

Conforme dados da Sefaz, ao todo foram lançados 1.006.449 carnês, que somam uma expectativa de arrecadação avaliada em R$ 698 milhões. 

 

O IPVA é um imposto estadual pago anualmente por proprietários de veículos automotores, dos quais são exigidos emplacamento, seja automóvel, motocicleta, aeronave ou embarcações. Do total arrecadado, 50% cabe ao Estado e 50% ao município onde ocorreu o emplacamento.

 

Os percentuais aplicados são os mesmos praticados no ano de 2016 e 2017, ou seja, não houve aumento por parte do Governo. A Sefaz reforça que em caso de dúvidas, a autenticidade dos boletos pode ser conferida junto às Agencias Fazendárias (Agenfas) espalhadas em todo o Estado ou ainda por meio da página da Sefaz.

 

O IPVA é a segunda fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado, ficando atrás somente do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). 

 

Os recursos do IPVA são revertidos em melhorias para os cidadãos e são aplicados conforme o planejamento financeiro, podendo ser utilizado para pagamento de servidores até políticas públicas como Educação, Saúde, Segurança, entre outros.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • Junior Arquiteto104
  • InterPax1

PUBLICIDADE