Delegado autua madrasta e o pai pela morte de criança



Aral Moreira - MS - Domingo, 16 de Dezembro de 2018
17/08/2018 09h32

Delegado autua madrasta e o pai pela morte de criança

Página Brazil



Delegado Marcelo Batistela. Foto: Osvaldo Duarte

O delegado do 2º Distrito Policial de Dourados, Marcelo Batistela Damasceno, autuou em flagrante também, Joel Rodrigo Avalo Santos, 24, pai do menino Rodrigo Moura Santos, 1, morto na manhã desta quinta-feira (16/8). A madrasta da criança, Jessica Leite Ribeiro, 21, já havia sido apontada pelo crime.

 

Ambos responderão inicialmente por maus-tratos, com qualificação pela morte.

 

O laudo do médico legista aponta que o menino sofreu trauma toracoabdominal, choque hemorrágico e laceração hepática, que seria o rompimento de fígado, todos causados por violência.

 

Conforme o delegado, quando o casal foi levado para oitivas, ambos citaram que os hematomas teriam ocorrido após a tentativa de reanimar a criança, porém, a versão caiu por baixo com a constatação do legista.

 

“Estamos investigando ainda a participação de outras pessoas. Eles (pai e madrasta) alegaram morte natural, mas o laudo negou essas alegações”, relatou em entrevista ao Dourados News.

 

O caso ocorreu na rua Presidente Kenedy, na região da Cabeceira Alegre.

 

Conforme as informações iniciais, a madrasta do bebê acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) após ele passar mal.

 

Quando os socorristas chegaram ao local, a criança estava morta e em seu corpo, havia sinais de violência.
A perícia foi acionada e constatou hematomas nas costas, cabeça e pescoço.

 

 

O menino foi levado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), onde constatou-se a morte violenta.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • InterPax1

PUBLICIDADE