Governo não irá abrir novos concursos em 2019, diz Azambuja



Aral Moreira - MS - Sábado, 19 de Janeiro de 2019
03/01/2019 01h15

Governo não irá abrir novos concursos em 2019, diz Azambuja




Tentando reduzir o número de folha de pagamento para não ficar no limite prudencial e cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo do Estado não irá abrir concursos neste ano.

 

“Aqueles que estão em andamento vão continuar”, assegurou o governador Reinaldo Azambuja  se referindo aos certames de segurança pública e da educação. “Aqueles que estavam dentro do planejamento vão continuar e terão aí sua finalização com a entrada desse servidor no serviço público”.

 

O concurso para 450 vagas da Polícia Militar e 176 para o Corpo de Bombeiros está suspenso na etapa do Teste de Aptidão Física (TAF). O da Polícia Civil de 2017 para delegados de polícia, escrivão e investigador está na etapa final, após longa batalha judicial.

 

Estava autorizado e previsto para o final do ano passado a abertura de 170 vagas para Perito Criminal, Perito Médico Legista, Perito Papiloscopista e de Agente de Polícia Científica. Ainda não houve confirmação de nova publicação de edital.

 

Quanto ao concurso da educação, Azambuja se referiu as 1,5 mil vagas que estão abertas. O certame para 1 mil docentes já foi realizado em dezembro e sofreu alguns questionamentos dos candidatos.

 

Por isso a Funrio, que está responsável pelo certame decidiu alterar as datas das próximas etapas. Além disso, as 500 vagas para  a carreira de apoio à educação básica, distribuídas entre os cargos de agente de limpeza, agente de merenda e assistente de atividades educacionais foi transferido para dia 17 de fevereiro.

 

“A hora que você colocar o professor concursado você deixa de fazer a convocação. Simplesmente troca um servidor concursado por um convocado”, justificou.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • InterPax1

PUBLICIDADE