PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


Cota de compra na fronteira cai de US$ 300 para US$ 150



Aral Moreira - MS - Sexta, 23 de Abril de 2021
22/07/2014 09h02 - Atualizado em 22/07/2014 10h05

Cota de compra na fronteira cai de US$ 300 para US$ 150

Segundo o presidente Associação Empresarial e Comercial de Ponta Porã, Eduardo Gaúna, 45% das vendas feitas na cidade são para os paraguaios

Campo Grande News



De surpresa, o Ministério da Fazenda publicou ontem uma portaria que reduz à metade a cota isenta de impostos para compras feitas no Paraguai e na Bolívia. O valor, que era de US$ 300 desde 2010, o equivalente hoje a R$ 705, passa a US$ 150, ou seja, pouco mais de R$ 300. Essa cota vale para produtos que entrem por via terreste, fluvial e lacustre. Por via área, o valor é de quinhentos dólares, em torno de R$ 1,1 mil hoje.


A medida afeta diretamente quem vai às compras no Paraguai, na fronteira com Ponta Porã, município que hoje tem no turismo de compras um de seus principais motores da economia, já que quem vai a Pedro Juan Caballero, no lado paraguaio, costuma ficar hospedado na cidade brasileira e consumir serviços e alimentação. Além disso, segundo o presidente da ACEPP (Associação Empresarial e Comercial de Ponta Porã), Eduardo Gaúna, 45% das vendas feitas na cidade são para os paraguaios.


“É um percentual importante das vendas e por isso nós precisamos que lá esteja bom para aqui também estar”, afirmou ao Campo Grande News, ao comentar a redução da cota isenta de tributos. Gaúna, porém, é otimista. Para ele, a medida afeta pouco a decisão de quem vai fazer compras no Paraguai. “O turista vai continuar vindo”. Do lado paraguaio, a redução da cota de isenção foi alvo de reclamações e lamentações. 


A medida já está em vigor, portanto quem fez compras acima desse valor hoje, sem saber da decisão, correu o risco de ter que pagar impostos na aduana brasileira, tanto em Ponta Porã quanto em outras cidades fronteiriças, como Corumbá, vizinha a boliviana Puerto Suarez. O imposto sobre os produtos importados, neste caso, é de 50%. Mas a reportagem apurou que, diante do inesperado da decisão, a fiscalização foi frouxa, ou até não havia conhecimento por parte dos responsáveis pela fiscalização.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



【丰胸效果】一个周末,我去小姨家,正面看见她时丰胸产品,我彻底惊呆了,她穿黑白点相间的粉嫩公主酒酿蛋宽大睡衣,可是上身却紧绷绷的,还显得衣服小呢。我最后盯在她的胸部,心想“不可能啊,小姨刚生完小宝宝不久,按理一定会导致胸部下垂丰胸方法啊,可现在是丰满,坚挺,撩人眼目,跟梦一样,我坚信其中有“诈”在我的丰胸威逼利诱下,小姨向我透露了她的丰胸秘籍。