PUBLICIDADE
PUBLICIDADE


Mato Grosso do Sul tem primeiro caso suspeito de febre amarela



Aral Moreira - MS - Segunda, 26 de Junho de 2017
26/01/2017 17h15

Mato Grosso do Sul tem primeiro caso suspeito de febre amarela

Boletim do Ministério da Saúde foi divulgado nesta quinta-feira (26)

Correio do Estado



Mato Grosso do Sul registrou o primeiro caso suspeito de febre amarela, informou boletim divulgado hoje pelo Ministério da Saúde.

 

Trata-se de um homem, morador de Santa Catarina, que esteve em Bonito no período entre 25 de dezembro e 2 de janeiro. Em seguida ele passou por São Paulo. O caso foi notificado em Santa Catarina no dia 15 de janeiro. Vale ressaltar que ele não era vacinado.

 

O paciente também fez exame de leptospirose - doença com sintomas parecidos ao da febre amarela - e deu positivo, mas as autoridades de Santa Catarina e Mato Grosso do Sul ainda aguardam o resultado para febre amarela. O homem já recebeu alta e passa bem.

 

PAÍS

 

Em todo o Brasil são 550 casos suspeitos da doença este ano, sendo que 72 foram confirmados, 23 descartados e 455 continuam sob investigação. Minas Gerais tem 502 notificações da doença, o Espírito Santo, 33; a Bahia, sete; e São Paulo, três. O Distrito Federal registrou três suspeitas de febre amarela, mas todas foram descartadas.

 

VACINA

 

O governo do Estado alerta para que as pessoas verifiquem se já receberam vacina contra a doença. Para isso basta procurar uma unidade de saúde mais próxima para atualizar seu cronograma de vacina.

 

Ainda conforme o governo, todos os municípios do estado estão abastecidos com as vacinas contra a Febre Amarela. Mais de 60 mil vacinas se encontram em estoque.

 

A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como medida adicional de proteção, o Ministério da Saúde definiu a manutenção do esquema de duas doses da vacina febre amarela no Calendário Nacional, sendo uma dose aos noves meses de idade e um reforço aos quatro anos.

 

MACACOS MORTOS EM MS

 

A Secretaria de Saúde de MS investiga se macacos encontrados mortos em Aparecida do Taboado – região do Bolsão de MS – foram infectados pelo vírus. O animal é hospedeiro do vírus da febre amarela e quando um mosquito pica um macaco contaminado, o inseto pode transmitir a doença para o homem. Na zona rural e em regiões de mata, os mosquitos Haemagogus e o Sabethes são os principais transmissores. Nas cidades, o Aedes aegypti é o que geralmente propaga o vírus.

 

SINTOMAS

 

Os principais sintomas da febre amarela são: febre, dores musculares em todo o corpo, dor de cabeça, perda de apetite, náuseas e vômitos, olho, face ou língua avermelhados, fadiga e fraqueza.

 

A leptospirose também causa dores musculares, vômito, náusea, febre, dor de cabeça e fraqueza.




NENHUM COMENTÁRIO



escrever comentário




PUBLICIDADE
  • Amoreira25
  • Sicredi Lateral97
  • Junior Arquiteto104
  • InterPax1
  • Santa Virginia20

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE