Quarta-feira, 23 de Junho de 2021

Europa apreende 23 toneladas de cocaína que saíram de navio do Paraguai

Publicado em: 25/02/2021 10h37

Campo Grande News

Pelo menos 23 toneladas de cocaína que saíram do Paraguai foram apreendidas nesta quarta-feira (24) em portos de Hamburgo na Alemanha e Antuérpia na Bélgica. É a maior apreensão da droga na história do Continente Europeu. A rota marítima é a mesma usada por traficantes brasileiros que usam o Paraguai como entreposto da cocaína vinda do Peru e da Bolívia.

 

Os tabletes de cocaína estavam escondidos em latas de 18 litros de argamassa embarcadas em contêineres em portos do Rio Paraguai com destino à Europa.

 

A maior parte (16 toneladas) foi descoberta no porto de Hamburgo. Informados por policiais alemães após a primeira apreensão, policiais belgas encontraram mais sete toneladas no porto de Antuérpia. Jornais europeus informaram que o único preso até agora foi um holandês de 28 anos, responsável pela importação oriunda do Paraguai.

 

O ministro do Interior do Paraguai Arnaldo Giuzzo informou que a polícia paraguaia já tinha alertado autoridades de vários países europeus sobre megacarga de cocaína que havia deixado os portos do país vizinho.

 

Segundo ele, agora o governo paraguaio está em contato com policiais alemães e belgas para o compartilhamento de informações que serão fundamentais para revelar os responsáveis pelo envio da cocaína.

 

Em outubro do ano passado, três toneladas de cocaína foram encontradas em sacos de carvão vegetal embarcados em contêineres no porto de Villeta, no Rio Paraguai. A droga seria levada para a Europa.

 

No dia 18 de janeiro de 2021, duas toneladas da droga, também escondidas em sacos de carvão que saíram do Paraguai, foram apreendidas em dois portos da Espanha. Essa é uma das rotas utilizadas pela quadrilha comandada pelo ex-major da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul Sérgio Roberto de Carvalho.