• Quarta, 19 de Junho de 2024

'Queremos que as próximas gerações se libertem da pobreza extrema', diz Riedel

Em discurso na cerimônia de reabertura da Alems, governador destaca o fato de MS está perto de erradicar a pobreza extrema

DA ASSESSORIA

436

Riedel durante ato na Alems com o presidente Gerson Claro e esposas (Foto: Saul Schramm)

Ao discorrer a respeito das expectativas e grandes desafios de Mato Grosso do Sul em 2024, no início do ano legislativo, o governador Eduardo Riedel (PSDB) ressaltou as iniciativas implementadas para melhorar a vida das pessoas, reduzindo o custo de vida e oferecendo oportunidades para todos por meio da movimentação econômica, geração de empregos e renda, qualificação e transferência de renda. 

Ele lembrou ainda que especialistas colocam Mato Grosso do Sul como o estado brasileiro mais próximo de erradicar a pobreza extrema.

“Nesta direção, registro minha grande alegria ao testemunhar o movimento dos primeiros beneficiários dos programas de transferência de renda devolvendo o Cartão Social ao Estado, porque conquistaram empregos ou melhores salários e já não precisam mais deles”, afirmou Riedel, nesta segunda-feira (5).

“Esse é o nosso sonho coletivo: queremos que as próximas gerações de sul-mato-grossenses se libertem da pobreza extrema, assumam uma nova cidadania e assim exerçam um novo protagonismo. Isso é, na prática, crescer e desenvolver sem deixar ninguém para trás. Por isso, o nosso foco em crescimento é tão relevante, porque é libertador”.

Entre as pessoas que abriram mão do benefício estão Vera Leite, de 57 anos, e Odair Silva, de 54 anos, ambos de Naviraí. Eles fizeram o uso do Mais Social em momentos de dificuldade, mas hoje podem abrir mão da ajuda para que outras pessoas recebam. Hoje, 155 mil famílias em situação de vulnerabilidade recebem apoio do Governo do Estado por meio de programas como o Conta de Energia Zero e o Mais Social, que neste ano foi reajustado em 50%, para R$ 450 por mês.

A notícia da devolução dos cartões vem na esteira de um crescimento econômico do Estado, que gera oportunidades. 

“Só no ano passado, registramos o ingresso de 17 bilhões de reais em novos empreendimentos, que elevaram nossa carteira de novos negócios para 76 bilhões de reais acontecendo agora no Mato Grosso do Sul. Desse esforço, surgiram 33 mil novos empregos, que nos elevaram à honrosa posição de 4ª menor desocupação entre todos os Estados brasileiros”, lembrou o governador. 

Novo municipalismo

Eduardo Riedel contou ainda estar finalizando “um grande e cuidadoso programa de novas parcerias com os 79 municípios”. Segundo ele, será um poderoso instrumento de transformação que vai além das obras já programadas. 

“É nosso desejo avançar  agora em metas e resultados, nas áreas dos serviços essenciais, como saúde, educação e desenvolvimento econômico - grandes desafios que precisam ser enfrentados e superados”.

Infraestrutura

O governador também prestou contas das entregas e realizações que estão sendo feitas nas mais diversas áreas e antecipou investimentos para 2024. Na área de infraestrutura, foram R$ 1,8 bilhão no ano passado e R$ 3,4 bilhões são planejados para este exercício financeiro, considerando o programa de concessões de rodovias, portos, aeroportos e ferrovias.

Educação e Saúde

Na Educação, ele destacou a abertura de 18 mil vagas na Rede Estadual de Educação e o programa de modernização das escolas, que serão beneficiadas com a Infovia Digital. E na Saúde, o Governo repassa R$ 44 milhões para os municípios poderem reequipar unidades de atenção básica e proporcionar atendimentos no período noturno.

Assembleia Legislativa

Já o presidente da Assembleia Legislativa, Gerson Claro, defendeu a manutenção do ambiente de maturidade, diálogo, estabilidade econômica e transparência em 2024. 

“Os interesses do Estado estão acima de qualquer divergência política. Superamos com responsabilidade os desafios, consolidando uma Assembleia moderna e aberta à população, promovendo eventos e audiências públicas que fortalecem nosso diálogo com a sociedade. Mantemos firmes nossos princípios, afastando-nos do debate ideológico superficial, pautando nosso trabalho com foco nos resultados para a população”, afirmou. 

"Que este ano legislativo seja marcado pelo diálogo constante, pela formulação de legislação sábia e, acima de tudo, por uma atuação conjunta na construção de um Mato Grosso do Sul mais moderno, próspero, inclusivo e sustentável. Estamos cientes dos desafios e confiantes no progresso que juntos podemos alcançar”, finalizou.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.